Encontro Interteip

 

O Agrupamento de Escolas Professor António da Natividade (AEPAN) organizou, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do Sudeste de Baião e Resende, um encontro de escolas, que decorreu no passado dia 30 de junho, na Biblioteca Municipal de Mesão Frio, tendo como mote “Diferenciar pela Positiva – Desafios e Inovação Educacional nas Escolas TEIP (Território Educativo de Intervenção Prioritária).

 

Este evento teve como objetivos:
. promover a escola pública como referencial de excelência;
. fomentar o desenvolvimento de redes entre agrupamentos TEIP;
. divulgar práticas pedagógicas inovadoras e promotoras de sucesso educativo;
. combater o abandono e insucesso escolar e partilhar medidas promotoras de um bom clima de
aprendizagem.

 

A sessão de abertura contou com a presença de Aldina Pereira, diretora do AEPAN, da diretora do Agrupamento de Escolas do Sudeste de Baião, Manuela Miranda, do diretor do Agrupamento de Escolas de Resende, da vereadora da Câmara Municipal de Baião, Maria Ivone Ribeiro, Sandra Pinto, vereadora da Câmara Municipal de Resende e o Presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira.
A diretora do AEPAN cumprimentou e deu as boas vindas, agradecendo a comparência de todos os presentes. Referiu a importância que a educação desempenha para a construção de sociedade mais harmoniosa, terminando com a explicitação dos objetivos do Encontro e uma explicação acerca do programa TEIP. Usaram ainda da palavra os restantes diretores dos Agrupamentos da Comissão Organizadora, bem como as vereadoras da Educação dos Concelhos de Resende e Baião, tendo sido destacada a importância do papel da Escola Pública na formação integral dos cidadãos, bem como na evolução da oferta formativa aos jovens da região e no combate ao insucesso e abandono escolares.
O presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio agradeceu o convite e começou por recordar as adversidades que os professores têm enfrentado no seu dia a dia. Referiu ainda a afinidade e a ligação que mantém com os Agrupamentos de Escolas de Baião, Resende e Mesão Frio, recordando a sua vida de estudante e neste último como docente cerca de 20 anos. Para terminar, destacou o forte investimento que a Autarquia tem vindo a realizar na educação, como é exemplo a atribuição de bolsas de estudo: “A escola pública é aquela que quero continuar a defender”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio.
Ainda no período da manhã, a coordenadora TEIP do Agrupamento de Escolas Dr. João Araújo Correia, Sofia Reis, interveio com o tema «Apoiar mais, qualificar melhor: resultados e impacto nas aprendizagens – perspetiva dos alunos e dos pais.» Seguidamente, as coordenadoras Carla Costa e Anabela Correia, coordenadora TEIP e coordenadora da Ação do Agrupamento de Escolas de Resende apresentaram o Projeto «Partilhar para melhorar». Armando Félix, do Agrupamento de Escolas Diogo Cão, expôs o tema «+ Conhecimento» A manhã terminou com uma sessão de debate das apresentações.
No período da tarde, o coordenador da Equipa de Projetos de Inclusão e Promoção do Sucesso Educativo (EPIPSE), Dr. Paulo André, debateu o tema «Escolas TEIP – Que futuro?», seguindo-se Nuno Paula Santos, coordenador TEIP do Agrupamento de Escolas Prof. António da Natividade que apresentou o projeto «Ciências, tecnologias e línguas – Desafios e inovação.» Foram apresentados ainda os temas «Turmas de ancoragem», por Olga Carminé, coordenadora TEIP do Agrupamento de Escolas de Tarouca e «Lê, interpreta e escreve», por Bibiana Monteiro, coordenadora TEIP e Fátima Almeida, coordenadora de Ação do Agrupamento de Escolas do Sudeste de Baião.
A sessão de trabalhos contou com a participação entre os presentes dos Diretores dos Centros de Formação da Associação de Escolas de Vila Real – Carlos Santos Silva e Otelinda Costa do Centro de Formação de Professores Lamego, Armamar, Resende e Tarouca. Marcaram igualmente presença os peritos externos, da universidade católica, que acompanham estes agrupamentos.
Concluída a sessão de debate do painel da tarde, o Encontro terminou pelas 17h30, com um Porto de Honra oferecido pela Organização, seguida de uma visita ao Experimentário e Núcleo Museológico do AEPAN.